Posts Tagged ‘Zico’

h1

Que o sonho seja realidade (e que seja logo…)

quinta-feira, 10 setembro, 2009

zicoSou fã número 1 do melhor e maior jogador de todos os tempos: Zico. Não cheguei a vê-lo jogar no seu auge, mas quando nasci, em 1982, minha família já me criou em berço Rubro-Negro e, aos poucos, pude acompanhá-lo em campo.

Quando tinha cerca de quatro anos, já apaixonado por futebol, ganhei um travesseiro com a estampa de uma criança vestida com o manto sagrado que foi batizado como Zico. Só conseguia dormir se tivesse tal travesseiro. Minha mãe não podia nem lavar o travesseiro que dava briga. O tempo passou e em todas as “peladas” de rua eu era o Zico.

Sempre apaixonado por futebol, muitas vezes choro ao ver o meu Flamengo na atual situação. É muita picaretagem e pouco amor ao meu time. E por isso ao ver que o Zico saiu do CSKA – time russo que o Galinho era treinador, vejo a oportunidade de ver o meu ídolo comandando o esporte no time que amo.

Não existe casadinha mais perfeita do que Zico e Flamengo. No futebol, são poucos que tem o caráter e a integridade do Galinho. Zico foi, é e sempre será, para mim, o melhor e maior jogador da história do futebol. Dentro e fora de campo Zico é um exemplo de conduta, competência e ética.

Só nós, torcedores apaixonados, sabemos o quanto o Fla precisa do Zico. O Galinho tem amor pelo Flamengo e muita COMPETÊNCIA fora das quatro linhas. Profissionalismo, algo que o Flamengo nunca viu por parte de sua diretoria. Se assumir o Flamengo teremos grandes chances vivermos dias melhores.

Sendo assim, o Flamengo espera de braços abertos alguém que vale mais que R$1,99: Zico! Aposto que nove em cada dez flamenguistas sonham com isso!

h1

Zero, zero bolota zero

quinta-feira, 11 setembro, 2008

Ah, não… Brasil, você está de sacanagem? Toda vez que se espera muito da seleção de Dunga dá isso… Péssimo jogo, atuação bizonha… Assisti o jogo na casa de um amigo com mais dois companheiros de “guerra”. Fizemos até o bom e velho bolão. Eu, para variar, estava otimista e logo disse: 4X0. Anh??? A “galera” assustou… Para quê tanto? Já perdeu… Eu, imaginando que o time jogaria como a partida contra o Chile, apostei forte. Os demais foram humildes e apostaram em uma vitória magra da seleção. Não deu! Todos nós perdemos, ou melhor, deixamos de ganhar. Mas também, apostar no time de Dunga/Ricardo Teixeira dá nisso.

Se analisarmos jogador por jogador, veremos que o melhor foi o Júlio César, que nem participou do jogo. O que falta no Brasil é justamente alguém que assuma a responsabilidade. Um VERDADEIRO craque. Exemplo? Temos muitos. Riquelme, quando joga pelo Boca Juniors, Zico, pelo Flamengo, Raí, na era Telê no São Paulo, Alex, pelo Cruzeiro de 2003, Ronaldo… Temos muitos jogadores especiais que não se escondem na hora “H”. Muitos jogadores que têm uma personalidade acima da média.

É o que se esperava de Ronaldinho Gaúcho, mas não dá para esperar mais… Gente, o cara está uma “pelota” e se esconde o jogo todo. Tem que correr muito para melhorar a forma física e, mesmo assim, não será o VERDADEIRO craque. Não é craque! Essa é a verdade… Para ele jogar o time tem que ter pelo menos mais três estrelas com brilho intenso. Exemplo: Rivaldo e Ronaldo na “família Felipão” de 2002. Se não for assim, meu amigo, Ronaldinho não joga. É pipoqueiro mesmo!

Daqui para frente não apostarei tanto assim, apesar de não conseguir deixar de ser otimista. (obs.: Viu?! Brasileiro não desiste nunca!)