Posts Tagged ‘terror’

h1

Cine em cena brutal!

sexta-feira, 10 julho, 2009

Aos que gostam do Cine em Cena, segue o post dos cinco filmes da semana. Na verdade criei coragem para ver alguns filmes mais “brutais”. Só para lembrar, a escala é a seguinte: de 0 a 2, não assista – não vale nem R$1,99! 3 é por sua conta, assista e tire sua conclusão. 4 e 5 eu “agarantio”: pode assistir sossegado, vale R$1,99! 

 Confira:

turistasTuristas:  ‘Turistas’ é um suspense tenso e inquietante que gira em torno de um grupo de jovens viajantes aventureiros. Depois que um terrível acidente os deixa perdidos em uma remota cidade praiana, eles descobrem, aos poucos, que as praias de areia branca e a bela floresta que a cerca escondem um segredo obscuro e cruel.

 

Nota: não merece, mas aconselho que veja para ter sua opinião sobre o filme. “Turistas” é polêmico. Mostra um Brasil verdadeiro, mas “exagerado aos extremos” – sim pleonasmo! Recordo que na época do lançamento do filme muitos brasileiros se manifestaram a respeito, fizeram muito barulho e ameaçaram boicotar o filme. Engraçado. Se o cenário não fosse real, e sim fictício, até acharia o filme interessante. Mas como mostra o Brasil e faz um belo marketing negativo do país, a reação foi contrária. O filme mostra jovens estrangeiros que vão para o Brasil a procura de sexo, drogas, bebidas e mulheres. Novidade?! Não, minha gente… Isso é real, acontece. Só que, a partir daí, o que acontece na ficção é uma outra história. Exageraram e pegaram muito pesado. Portanto, não merece nota.

jogos-mortais-capaJogos Mortais: Dois homens acordam em um banheiro sujo e deplorável, acorrentados, um em cada canto do local. Em meio à eles, há um corpo de um homem que estourou sua cabeça com uma magnum 44. Eles são vítimas de um serial killer que coloca duas pessoas em situações extremas, para que uma saia viva apenas se matar a outra. Em um jogo de gato e rato, ambos vão descobrindo as pistas para tentar se salvar do jogo desse insano assassino, enquanto descobrem o porquê de terem sido escolhidos pelo tal.

Nota 5. Apesar de não ser muito fã do estilo, achei Jogos Mortais bem interessante, com uma história bem bolada e amarrada. Nota 10 para a atuação de Michael Emerson, o Ben de Lost, que interpreta um enfermeiro na trama. Esse ator é muito talentoso e novamente deu um show. 

doom-a-porta-do-infernoDoom – A porta do inferno:
Baseado no game de tiro em primeira pessoa mais famoso do mundo, a história é a seguinte: em uma base militar em Marte, uma experiência científica dá errado e acaba abrindo um portal para o Inferno, onde habitam criaturas assustadoras e mortais.

 

Nota 4. Como também sou fã de games, achei o jogo interessante, mas está longe de se comparar ao ótimo jogo Doom. Tudo bem, comparar filme com game, ou até livro com filme é algo muito, digamos, precipitado. Mas como sou fã de games, já deve imaginar que isso nem sempre é muito claro na minha cabeça. Nas últimas partes do filme deu até aquele “gostinho de game”, mas não tem uma história tão convincente. Talvez por isso não tenha agradado tanto assim. Nota 4 ficou de ótimo tamanho – 4 sem louvor.

10000-ac-poster0310000AC – Ambientado em 10 mil anos antes de Cristo, o filme narra a saga do jovem D’Leh, um caçador de mamutes e sua aventura para liderar um exército na travessia de um vasto deserto, lutando contra tigres dentes-de-sabre e outros predadores pré-históricos. Em sua arriscada missão, o guerreiro e o exército que lidera acaba de encontro a uma civilização perdida, e ele precisa lutar para salvar Evolet, a mulher que ama, das mãos de um temível e maldoso chefe de tribo.

Nota 4. Legal, com bons efeitos sonoros, uma boa história, mas nada tão especial como disseram por aí. De qualquer forma vale a pena ver.

ladrao-de-diamantes-poster06Ladrões de Diamantes: Max Burdett (Pierce Brosnan) é um ex-famoso ladrão de jóias. Aposentado, viaja com sua namorada Lola (Salma Hayek) para uma ilha paradisíaca, para, enfim, gastar o dinheiro que ganhou com seus golpes anteriores. Só que, nessa ilha, há um diamante caríssimo, o único que Max ainda não roubou. Desconfiando que de ele pode estar para dar o seu último golpe, o agente Stanley P. Lloyd (Woody Harrelson) o segue, afim de impedir o provável novo plano.

Nota 2 e nada mais. Em alguns momentos é até legalzinho, mas é mais trucado do que Triplo X. Não aconselho.  É fraquinho!

Bom, é isso… Agora é prepar a pipoca e correr para a frente da TV!

h1

Personagem de filme de terror

quinta-feira, 19 março, 2009
monstro

Não pode ser normal...

O monstro austríaco Josef Fritzl, acusado dos crimes de estupro, incesto, coação grave, privação de liberdade e homicídio por negligência, foi considerado culpado em todas as acusações e condenado a prisão perpétua.

Vale lembrar que o “Monstro”, que já tem 73 anos, terá que passar também por tratamento psiquiátrico. Tamanha barbárie cometida por ele, prisão perpétua ainda que ficou barato, se levarmos em conta o que fez com a própria filha, Elisabeth.

Para quem não recorda, Fritzl manteve a filha presa durante 24 anos em um porão, sem janelas, com teto baixo, infestado de ratos, na cidade de Amstetten, na Áustria. Se não bastasse, o “Monstro” violentava Elizabeth, teve sete filhos com ela, ameaçava seus “prisioneiros” com gases caso tentassem escapar, instalou oito portas, sendo algumas delas com dispositivo eletrônico de fechamento. Um verdadeiro cenário de um filme de terror. Até o mais criativo diretor de cinema teria inveja de tamanha criatividade (maligna, obviamente) de Fritzl.

Qual punição poderia ser maior do que prisão perpétua? É bom ressaltar que prisão perpétua é a pena máxima na Áustria. Se fizermos algumas contas simples e sendo um pouco “pessimista” (ou seria otimista?) para o lado do “Monstro”, diria que ele não aguenta 10 anos na cadeia. Ou seja: 10 anos preso para pagar por um crime bárbaro.

Considero realmente como bárbaro. Assim como a maior pérola que tenho é a minha liberdade, acredito que o fato de poder “voar” por onde quiser, seja a maior dádiva para qualquer ser humano. Sendo assim, o que restaria para o “Monstro”? Pena de morte? Não, de forma alguma. Sou a favor da vida e irei defendê-la. A única forma de Fritzl pagar pelos seus pecados é por meio da justiça divina. Essa sim ele não terá escapatória.

Após ser condenado, o “Monstro” disse em alto e bom tom que aceitava a sentença. Ele verá o “sol nascer quadrado” pelo resto da vida na cidade de Sankt Pölten, a oeste de Viena. Precisa dizer quanto Josef Fritzl vale? Precisa?! Então vamos lá: Josef Fritzl não Vale Nem R$1,99! Você é um “Monstro”, um pesadelo, um doente, um verme, covarde e, a partir de agora, um morto vivo. Eu tenho até medo do “potencial” destrutivo da raça humana, de gente como esse doente, anormal… O pior é que igual a ele existem alguns, como é o caso do ex-presidente dos Estados Unidos – o Hitler sem bigode, que também ganhou um texto especial neste blog. Confira!