Posts Tagged ‘Polícia Militar’

h1

Policial de (m…) chumbo

quinta-feira, 21 maio, 2009

bebidaEssa foi boa, ou melhor, péssima. Estava meu “compadre” Júnior e eu em um restaurante da cidade de Boa Esperança, região sul de Minas Gerais, quando parou uma viatura da polícia, saiu alguns policiais, devidamente fardados, e pediram nada mais nada menos que uma “cachacinha” no balcão do local.

 “Coisa” super-interessante, heim?! Depois sentaram em uma mesa ao lado, continuaram indo e vindo ao balcão para degustar tal bebida. Imagine: o cara que é responsável pela manutenção da ordem na cidade, que normalmente é dotado de uma conduta correta, verdadeira e cidadã, se junta aos seus colegas de trabalho, no meio do dia e de farda, para tomar “uma” de leve.

Pior, o mesmo policial que estava tomando o seu “aperitivo” será o mesmo que irá lhe aplicar uma bela punição caso você esteja alcoolizado no volante. De fato não sei onde iremos parar.

Como sou mesmo muito “mala”, tirei o meu celular, bati uma foto sem flash e… pronto! Está aqui! Não irei publicar, afinal de contas as consequências são fortes e podem me prejudicar. Medo?! Não. Precaução, afinal de contas não atuo mais em um grande jornal que iria me dar respaldo para tal matéria.

De qualquer maneira, fica aqui a minha indignação a esses merdas homens que se dizem ser da lei. Exceção, claro. Bom, pelo menos espero que seja exceção. Se até eles estão dando esse “ótimo” exemplo, o que mais podemos esperar. Lamentável para a corporação que tem valores e prega a ética e o profissionalismo acima de tudo. Conduta de quem não vale Nem R$1,99!

Anúncios
h1

A hipocrisia também fede

sexta-feira, 12 dezembro, 2008


cd-02-editado2

Luiz Augusto Reis Almeida

Hipocrisia. Está é a palavra mais apropriada para o Ministério Público que, na última quinta-feira, juntamente com as polícias Civil e Militar, apreenderam um caminhão de mercadorias suspeitas de contrabando que estavam sendo vendido no shopping popular de Belo Horizonte. Quanta hipocrisia, meu Deus!

Primeiro eles criam o shopping popular para tirar os ambulantes das ruas de Beagá. Depois fazem algumas buscas, como a que aconteceu ontem, para apreender produtos falsificados. Ora, se existe um local onde tem produto falsificado esse lugar são os shoppings populares. Ou você acha que lá só existem produtos originais? Qual é o motivo de fazer busca nas proximidades do natal? Só pode ser para aparecer. E depois aparecem notícias como essa na mídia. Convenhamos, uma puta palhaçada. Ou o Estado proíbe e acaba com a falsificação no local, o que causaria o fechamento do shopping popular, ou ele libera de vez. Lembrando que, se for fechado os shoppings populares, serão mais pessoas desempregadas na cidade, criando uma nova maneira de sobreviver. E aí, meu caro, para matar a fome quase tudo é válido. Para mim, quase tudo. Para outros, tudo!

Realmente quem quer “tampar o sol com a peneira” não vale Nem R$1,99 e quer apenas aparecer. Melancia no pescoço, moçada, também é uma ótima maneira de aparecer.