Posts Tagged ‘Lewis Hamilton’

h1

Palavra do especialista: Deu zebra em Monza

domingo, 14 setembro, 2008

Por: Alexandre Henrique Reis Almeida

Chegamos a Monza, essa corrida foi linda, com muitas ultrapassagens e com alguns pegas, mas nada se compara a todas que o Lewis fez. O cara que eu não sou nada fã correu demais, fez inúmeras ultrapassagens durante toda corrida, lutou demais contra todos, foi exagerado ao extremo nas ultrapassagens em Alonso (Renault) e em Mark Webber (RBR – Red Bull Racer).

Lewis e Raikkonen largaram em 15° e 14° respectivamente devido à chuva tê-los pego de surpresa ontem durante treino classificatório. Felipe largou em 6° com sua Ferrari sem chances de melhorar devido dificuldades em esquentar seus pneus.

O Felipe Massa foi político, em duas ocasiões em ultrapassagens limpas que ele fez, com a eminência de tomar uma penalização por ter usado um pouco mais da zebra no primeiro caso contra Nico Rosberg (Willians) e ter de sair do traçado na 2° perna da 1° chicane da corrida quando enfrentava Nick Heidfeld (BMW). Contra Rosberg após devolver a posição ao seu oponente ele conseguiu superá-lo na volta seguinte, já contra Heidfeld, não teve novas chances.

Kimi Raikkonen não demonstrava a que veio. Não ofereceu o mínimo risco quando o Hamilton o atacou, não mostrou ser companheiro de Massa assim como o brasileiro o fez na corrida de Interlagos no ano passado dando a ele o título mundial de 2007. Claro que ele não era obrigado a fazer isso, e ele também não agüentaria segurar o Lewis porque Lewis vinha muito rápido e forte, mas nem esboçou reação. Usando as palavras do Hamilton, foi covarde mesmo, sem meias palavras (o inglês usou outras palavras, mas quis dizer isso sobre o finlandês depois da corrida da semana passada na Bélgica onde eles se enrolaram nas últimas voltas culminando em punição para Hamilton).

Nelsinho terminou em 10° lugar enquanto seu companheiro Alonso terminou em 4°.

Rubinho terminou em 17° depois de andar até em 7°, mas teve de ir para os boxes e voltou lá prá trás.

A corrida findou com o surpreendente Sebastian Vettel a vencendo, com sua surpreendente Super Toro Rosso (STR). Heiki Kovalainen com sua Mclaren não ameaçou em nenhum momento o Vettel. Em seguida chegou o Kubica da BMW. Massa terminou em 6° e Hamilton em 7°. Kimi terminou em 9°.

O campeonato ficou com diferença de somente 1 ponto entre Hamilton e Massa, 78 e 77 respectivamente. Kubica agora tem 64 pontos em terceiro colocado geral.

Então nos encontramos em Cingapura daqui a 2 semanas, espero que desta vez consigamos sair líderes do campeonato com o Massa. Repito, seremos campeões, pelo menos estou torcendo muito para o Massa.

h1

Corridinha “pó de arroz”

domingo, 7 setembro, 2008

Por: Alexandre Henrique Reis Almeida

Ainda não tinha visto um piloto tão pó de arroz, tão “fluminense” e tão “oreia seca” como esse tal de Kimi Raikkonen, este só foi campeão ano passado porque o outro (Lewis Hamilton) foi no mesmo ano o campeão em besteiras, mas é bom piloto.

Quando vi Kimi hoje passando logo 3 nas 3 primeiras voltas, sendo inclusive desleal com o Massa no momento de sua ultrapassagem onde ele deu uma fechada no Massa em plena reta obrigando o brasileiro tirar o pé para não tocar, pensei que ele havia ressurgido na F1 neste ano, mas ele deixou o melhor para o final.

Faltando 2 voltas para acabar o GP a chuva cai, daí surge Hamilton que vinha melhor em todo o 2° stint e se aproveitou do momento para ultrapassar Kimi. A manobra começou de forma forçada antes da última curva (“S”) da pista onde na 1°perna da curva Hamilton forçou, perdeu o carro e passou Kimi por fora da pista, como assim não vale, foi obrigado a devolver a posição ao finlandês, mas não a devolveu bem, Kimi mal havia passado meio carro e lá estava Lewis deslealmente tomando a tomada da curva por dentro (a melhor, o filé mignon das curvas, o lado limpo da pista) para ganhar a 1° posição, foi desleal, mas foi bonito. Como Raikkonen não é nada competitivo ficou na dele, errado… o cara forçou tanto que bateu o carro no fim da penúltima volta, não era hora de forçar, a chuva havia começado e ele assim como todos os outros estava com pneu desgastado até para pista seca. Antes disso, Lewis rodou e o próprio Kimi também. Kimi viveu nessas 3 últimas voltas como se fosse o inconseqüente Hamilton do ano passado, resultado, lascou um beijo no muro e perdeu seu 3° lugar no campeonato para Robert Kubica da BMW.

A corrida do Felipe Massa não foi brilhante como as 2 últimas, mas ele ganhou pela regularidade, poupou equipamento quando devia e manteve a calma quando precisava no momento em que chovia. Como esta já era a 2° corrida de seu motor, ficou visível a falta de pressão de Massa em Hamilton e em Kimi. Chegou até sofrer ataques do Alonso em todo 1° stint, visando poupar o motor para ver se chagaria ao fim do GP. Como comentado aqui no meu último post, os carros da Ferrari não estão tendo motor para 2 corridas, lembro que no último GP o Kimi estourou seu motor que estava em sua 2° corrida e hoje ele andou demais usando motor novo, superando até a Mclaren que estava melhor.

Nelsinho rodou e bateu em um erro seu e Barrichello teve de abandonar devido a uma quebra em seu câmbio. Ele ficou sem a 6° marcha e a equipe pensando em não sacrificar o motor para a próxima corrida que será em Monza e que também exige muito dos motores (esta é uma das que mais exige em toda temporada) chamou o brasileiro para recolher o carro.

O campeonato tem então mantendo se em 1° Hamilton (80 pontos), mas agora com uma vantagem de 8 pontos em relação a Felipe (72 pontos) que também se manteve em 2°, seguidos de Kubica e Raikkonen com 58 e 57 pontos respectivamente.

Galera, esse texto foi feito às 11h da manhã do domingo, 7 de setembro.

Logo após o piloto Hamilton foi punido por uma manobra e o brasileiro Felipe Massa “herdou” a vitória. Bom para nós, brasileiros!!! Agora Massa se aproximou ainda mais do inglês na corrida para o título.