Posts Tagged ‘Hitler’

h1

E se tivesse matado?

quarta-feira, 1 abril, 2009

operacao

Por Luiz Augusto Reis Almeida

Na última quarta-feira, 26 de março, fui ao cinema assistir um filme. Nem sabia qual, para ser sincero. Escolhi um, entrei na sala e sentei com meus “apetrechos” – pipoca e refri. Fui assistir o filme “Operação Valquíria”. Pelo nome, não esperava muita coisa.

Eu estava enganado! É um filmaço, daqueles que não dão um “pingo” de sono.

A história se passa durante a Segunda Guerra Mundial e começa com um grande conflito na África. A partir daí, o coronel Claus von Stauffenberg (Tom Cruise), bastante ferido no combate, retorna a Alemanha para iniciar a sua vida. Após o “trauma”, o coronel se une a resistência alemã e monta uma estratégia para matar Hitler e assumir o governo.

A única critica é que, apesar do longa ser baseado em fatos reais, achei muito “viajado”, ou melhor, a operação para matar Hitler foi tão bem organizada, mas tão bem organizada, que cheguei até a duvidar do quanto os fatos eram reais. Outra: e se a operação desse certo? Nossa história teria sido completamente diferente, heim?!

Outro detalhe: quem nunca viu o Tom Cruise se destacar, ou ainda tem dúvida do quanto o ator é bom, veja este filme. O cara deu um show!

Bom, é isso! Recomendo! Vale R$1,99 fácil, fácil…

Anúncios
h1

Personagem de filme de terror

quinta-feira, 19 março, 2009
monstro

Não pode ser normal...

O monstro austríaco Josef Fritzl, acusado dos crimes de estupro, incesto, coação grave, privação de liberdade e homicídio por negligência, foi considerado culpado em todas as acusações e condenado a prisão perpétua.

Vale lembrar que o “Monstro”, que já tem 73 anos, terá que passar também por tratamento psiquiátrico. Tamanha barbárie cometida por ele, prisão perpétua ainda que ficou barato, se levarmos em conta o que fez com a própria filha, Elisabeth.

Para quem não recorda, Fritzl manteve a filha presa durante 24 anos em um porão, sem janelas, com teto baixo, infestado de ratos, na cidade de Amstetten, na Áustria. Se não bastasse, o “Monstro” violentava Elizabeth, teve sete filhos com ela, ameaçava seus “prisioneiros” com gases caso tentassem escapar, instalou oito portas, sendo algumas delas com dispositivo eletrônico de fechamento. Um verdadeiro cenário de um filme de terror. Até o mais criativo diretor de cinema teria inveja de tamanha criatividade (maligna, obviamente) de Fritzl.

Qual punição poderia ser maior do que prisão perpétua? É bom ressaltar que prisão perpétua é a pena máxima na Áustria. Se fizermos algumas contas simples e sendo um pouco “pessimista” (ou seria otimista?) para o lado do “Monstro”, diria que ele não aguenta 10 anos na cadeia. Ou seja: 10 anos preso para pagar por um crime bárbaro.

Considero realmente como bárbaro. Assim como a maior pérola que tenho é a minha liberdade, acredito que o fato de poder “voar” por onde quiser, seja a maior dádiva para qualquer ser humano. Sendo assim, o que restaria para o “Monstro”? Pena de morte? Não, de forma alguma. Sou a favor da vida e irei defendê-la. A única forma de Fritzl pagar pelos seus pecados é por meio da justiça divina. Essa sim ele não terá escapatória.

Após ser condenado, o “Monstro” disse em alto e bom tom que aceitava a sentença. Ele verá o “sol nascer quadrado” pelo resto da vida na cidade de Sankt Pölten, a oeste de Viena. Precisa dizer quanto Josef Fritzl vale? Precisa?! Então vamos lá: Josef Fritzl não Vale Nem R$1,99! Você é um “Monstro”, um pesadelo, um doente, um verme, covarde e, a partir de agora, um morto vivo. Eu tenho até medo do “potencial” destrutivo da raça humana, de gente como esse doente, anormal… O pior é que igual a ele existem alguns, como é o caso do ex-presidente dos Estados Unidos – o Hitler sem bigode, que também ganhou um texto especial neste blog. Confira!

h1

Adeus ao Hitler sem bigode

sexta-feira, 7 novembro, 2008

bush_hitlerApós a escolha do novo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, é hora de dar adeus a uma pessoa que não vale nada, mas nada mesmo, Nem R$1,99. É hora de dar “bye bye” ao homem mais cruel pós-Hitler, George W. Bush. Esse desgraçado filho de uma boa mãe político não só foi responsável pela morte de milhares de civis, como inventou uma grande farsa para promover um verdadeiro holocausto.

 

Esse ser ficou por muito tempo disfarçado, fingindo ser um bom moço, só aumentando sua popularidade e aí fez o que fez. Além da eterna postura unilateralista adotada pelo seu país, que alguns garantem que surgiu ainda na Guerra Fria com Ronald Reagan, Bush provou ser uma “coisa de outro mundo”, capaz de declarar guerra ao Iraque criando uma farsa. Sua doutrina de guerra acabou com um país e trouxe o mundo aos seus pés em meio a um mar de lama. Ou seria petróleo?

 

Bush e sua corja de corruptos praticamente acabaram com o Iraque, que hoje é habitado por grupos armados e repleto de terroristas. Pode ter certeza que em breve uma empresa norte americana irá “oferecer apoio” para a reconstrução do lugar. Quem sabe o “Hitler sem bigode” não esteja à frente de uma destas empresas…

 

O Iraque foi pouco.. Muitos atentados contra a vida foram cometidos pela tropa comandada por George W. Bush.

 

Portanto, mais que ninguém esse ser não vale nada, muito menos R$1,99!