Posts Tagged ‘Governo’

h1

Juizado-tartaruga

terça-feira, 30 junho, 2009
Por Júlio César Vasconcelos – http://geogente.wordpress.com/
tartaComo se não bastasse a onda de roubalheira que infesta o nosso País, a impunidade também anda a passos largos nos patamares da Justiça. É lamentável a inepcia e a morosidade que toma conta dos tribunais.
 
No dia 11 de julho de 2007, enquanto me dirigia para uma entrevista de emprego, trafegando com meu veículo por uma via preferencial, tive o carro fortemente abalroado por um maluco dirigindo um micro-ônibus que invadiu um cruzamento em “T”.
 
Infelizmente, como era de se esperar, o maluco, com medo de perder o emprego, não quiz assumir a “merda” que fez. Ironicamente, afirmava que o culpado era eu! Depois do tradicional bate-boca, fomos parar na Delegacia Policial, para lavrar o Boletim de Ocorrência.
 
Para complicar, depois de muito esperar, tive que, com muito jeito, orientar o milico de plantão, visto que redação não era o seu forte. Conclusão, além de perder a entrevista de emprego, quase perco a formatura de graduação da minha filha que se formava em Psicologia, justamente naquele dia!
 
Como precisava do véiculo, apesar de desempregado, fiz vários orçamentos, escolhi o mais “em conta”, enfiei a mão no bolso e mandei arrumar. Inconformado com a situação, resolvi dar entrada no Juizado de Pequenas Causas, buscando o ressarcimento. Idealista que sou, pensei que, diante de fato tão obvio, a justiça rapidamente seria feita! Ledo engano!
Pois bem, depois de quase dois anos, após ter que arrumar um advogado a preço de ouro e um  monte de papelada, fui convocado para a sexta audiência na semana passada e ainda sem qualquer resultado. Uma nova entrevista foi marcada para novembro! As testemunhas dos acusados não aparecem, os rábulas de defesa insistem na presença delas e a Meretíssima Juíza não tem competência e coragem bastante para tomar uma decisão, empurrando o “imbroglio” com a barriga até Deus sabe quando!,
 
 Quanto tempo desperdiçado, quanto dinheiro perdido por uma causa tão elementar! Coincidentemente O Bom dia Brasil! de hoje noticiou que um ex-banqueiro americano acusado de ter montado um dos maiores esquemas de fraude na história dos Estados Unidos, Bernad Madoff, de 71 anos foi condenado a 150 anos de prisão e prisão fechada, sem direito a liminar!
É realmente para pensar! Se com pequenas causas (elementares) não conseguimos decolar, quanto mais com as grandes!  Afinal de contas, quanto vale a Justiça no nosso País! … Infelizmente, como diria um jornalista grande amigo meu, do jeito que está, não chega nem às raias do R$1,99!
h1

MST, qual é a sua?!

terça-feira, 3 março, 2009
A Reforma agrária precisa de reforma

A Reforma agrária precisa de reforma

Pelo capitalista Luiz Augusto Reis Almeida

O maior e mais organizado movimento social do país também é a maior picaretagem da história do Brasil. Estamos falando do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, mas também poderia ser o Movimento dos Sem Causa, desocupados, ou até o Movimento dos Oportunistas da Terra.

Quem disse que esses são trabalhadores rurais??? Esses rebeldes sem causa vivem agindo de forma violenta em todos os cantos do país, ameaçando grandes fazendeiros que, de uma maneira ou outra, conseguiram conquistar tal patrimônio e tem todo direito de gozar de suas conquistas.

Pode até ser um pensamento muito capitalista da minha parte – e que seja, mas não tenho medo de manifestar a minha opinião a respeito. O MST ameaça todos que estão em seu caminho, inclusive o apoio do nosso governo. Pior ainda: o nosso Estado se “borra” de medo só de ver uma bandeira vermelha tremulando para o seu lado – bandeira vermelha que não seja do PT, claro. Independente se estamos falando de governo de esquerda ou direita, o mais certo é que o MST consegue amedrontar todos que por ali passam.

O objetivo do maior grupo social do Brasil é conquistar a tão sonhada reforma agrária, diga-se de passagem, ultrapassada, antiga e “fora de moda”. A propósito, o MST é um grande gerador de emprego, é constituído, tem essência comunista, mas não passa de um grupo de capitalistas selvagens em busca de promoção. É isso que penso a respeito do MST, um movimento que não vale nem R$1,99!

h1

Privatize já, privatize já…

quarta-feira, 19 novembro, 2008
Aqui o buraco é mais embaixo...

Aqui o buraco é mais embaixo...

Talvez uma das coisas mais importantes para a nossa vivência e que não vale nada, muito menos R$1,99 são as estradas do “nosso” Brasil. São buracos, pedras, falta de sinalização e tudo que possa colocar a nossa vida em risco. Esse é o retrato de um país desleixado, sem condições de colocar algo digno para a população desfrutar.

Assim, estou cada vez mais convencido que a privatização é a grande solução para o atual caos. Vide BR 381 que, desde que foi privatizada, está um tapete digno de pagar o pedágio (ainda não começaram a cobrar, mas em breve será cobrado).

Talvez seja caro, como é em outras rodovias, mas mesmo assim acho que vale a pena. Infelizmente a única coisa que não podemos comprar é a nossa vida, por isso sou a favor da cobrança do pedágio por uma rodovia transitável.

Afinal de contas, no buraco que andamos atualmente são grandes as chances de um acidente grave. E aí, moçada, não adianta chorar: é carro que é destruído, hospital, ambulância… Vamos parar por aqui para não terminar tão mal.

Já sei que você deve estar se perguntando: e o IPVA? Seguro obrigatório? Eles não nos garantem uma estrada digna? Então por que pagar pedágio? Bom, para onde vai eu não sei, apenas quero garantir a minha vida e me livrar da dependência dos nossos políticos de merda.

Voltando pela mesma estrada, ou melhor, para as nossas rodovias, prefiro dizer apenas uma coisa: rodovias esburacadas, mal sinalizadas, destruídas, você não vale Nem R$1,99!