Posts Tagged ‘Financeiro’

h1

Rapidinha Nem 1e99! (3)

terça-feira, 30 junho, 2009
Rapidinha é com o galo!

Rapidinha é com o galo!

  • Segundo o jornal “AS”, Fernando Alonso está muito perto de acertar sua transferência para a Ferrari. Ainda segundo o jornal, a escuderia não escolheu no se Alonso entraria no lugar de Felipe Massa ou Kimi Raikkonen. De qualquer maneira, acredito que se confirmar o boato, Alonso será o piloto número 1 da Ferrari.
  • Pelo visto o astro pop Michael Jackson não perdoou o pai pelas “chicotadas” da infância. Segundo o Wall Street Journal, no testamento feito por MJ, em 2002, seu pai não está entre os herdeiros. Haja gratidão;
  • A “fera” Rubens Barrichello, o eterno número 2, prometeu que irá homenagear Michael Jackson no pódio. O piloto afirmou que irá dançar moonwalk no pódio do próximo grande prêmio, na Alemanha. Esse é o Rubinho, sempre querendo “andar para trás”;
  • Após a queda de outro avião, desta vez o Airbus 310 com 153 pessoas a bordo, que caiu próximo às Ilhas Comores, as autoridades aeroportuárias confirmaram que uma garota de 14 anos foi retirada viva do Oceano Índico. “Cá entre nós”, quem sobrevive a um acidente aéreo só pode ter sete vidas;
  • E nada do Palmeiras contratar seu novo treinador. Dizem que o sonho era Muricy Ramalho ou Abel Braga. Mas a realidade é Dorival Júnior, Silas e o ex-lateral paraguaio Arce. De todos, Abelão é o que mais me agrada.

Por hoje é isso…

Anúncios
h1

Coisas que não entendo… (1º post da série)

segunda-feira, 20 abril, 2009

bomba_gasolina3Já no posto de gasolina, estava com um vale para colocar “petróleo” no meu carro.

Frentista: Quanto é seu crédito?! Perguntou o frentista, já com a bomba de gasolina em mãos.

Eu: R$67,60.

No meio da conversa, eis que surge uma pessoa que, acredito eu, seja o cara mais antigo do lugar, meio com cara de bronco, sem mal desejar uma boa tarde, muito menos um “olá”. Vou chamá-lo de “Bronco”.

“Bronco”: É R$67,58, e não R$67,60.

Meio sem jeito, fiz minhas contas para descobrir em que local esse “cabeça de bagre matemática” jornalista errou. Errei porque não fiz a conta com o valor “real” do combustível: era R$2,599, e não R$2,60, como eu fiz a conta. Sem muita paciência para conversar a respeito do valor R$2,599, que não existe em lugar algum, apenas em posto de gasolina, fui logo dizendo:

Eu: Então é isso. R$67,58. Desculpa aí, meu amigo (tentando pelo menos ser simpático e educado).

E a “cena” continuou. Meio sem entender o que estava passando, o frentista, que já estava abastecendo, parou a bomba no valor R$67,55.

Frentista: “Sr. Bronco”, é R$67,55?!

Na mesma hora pensei: R$67,58. Não falei nada para não ser “cricri”.

Como o “Bronco” não respondeu, o frentista repetiu a pergunta para mim e eu respondi de maneira taxativa.

Eu: Não, é R$67,58!

Pensei: ora bolas, se dois centavos faria a diferença para o posto de gasolina, por que não faria a diferença no meu humilde bolso?! Certo é certo, meu Sr. Tenta colocar três centavos aí que vou ficar de camarote assistindo.

Agora surge a dúvida: se não existe o R$2,599, por que ainda utilizam? Quem está legitimando essa “coisa”? E se eu chegar no posto com R$2,60 e pedir um litro de gasolina, como eles me darão o troco??? Vai entender…