Posts Tagged ‘Final’

h1

Rapidinhas do Nem 1e99 (Versão 2)

quinta-feira, 25 junho, 2009
  • O Cruzeiro acaba de colocar um “pé” na final da Taça Libertadores da América. No dia 19 de março fiz uma observação a respeito, veja:
  • Após o jogaço, o atacante argentino do Grêmio, Maxi Lopes, foi parar na delegacia. Motivo: Racismo, denunciado pelo cruzeirense Elicarlos. Será?! Não dúvido e lamento… Quem AINDA se importa com a cor da pele não vale Nem R$1,99;
  • O Manchester City acaba de fazer uma proposta milionária pelo lateral Maicon. Dizem que o time irá pagar R$60 milhões, mais o passe do meia Elano. Gente, 60 milhões de reais. E o Ramires, que foi vendido a preço de banana e joga dez vezes mais que o Elano e o Maicon juntos? Mudando um pouco de assunto, e o salário mínimo, quanto é??? 
  • Saindo do futebol e indo para A Fazenda, quem viu deve ter se assutado com o Dado reclamando ao vivo da produção do programa… E o Britto Jr. com cara de “tacho” e depois… créu no rapazote
  • Confirmado: Gugu Liberato é da Record. Salário: 3 milhões por mês. Repito: e o salário mínimo, quanto é mesmo???  
  • Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou mudança nas regras da premiação 82ª edição do Oscar que está marcada para dia 7 de março. Serão indicados 10 filmes, ao invés de cinco;
  • Mega Sena acumulou novamente. 55 milhões será o prêmio… Ahhhh, se eu ganho essa… Bom, para ganhar tem que jogar, né?!  
Anúncios
h1

“Seja a mudança que você deseja ver no mundo”

sexta-feira, 22 maio, 2009
"Seja a mudança que você deseja ver no mundo"

"Seja a mudança que você deseja ver no mundo"

Se existe um seriado que vai deixar saudade esse é Prison Break. Acabei de assistir o 22° episódio da quarta temporada e, como sempre, fui muito surpreendido. É óbvio que no final da perseguição as coisas começaram a ficar mais óbvias e forçadas. Mesmo assim, na cena final eu fiquei completamente surpreso. De qualquer forma vale o registro: como um todo, Prison Break é uma série que vale muito mais que R$1,99.

Prison Break entrou na programação para suprir o recesso de 24 horas. Depois disso Prison Break alcançou altos índices de audiência e foi até onde deu. De fato já não estava dando para manter a história. Muita coisa já havia acontecido e, nesse caso, os últimos episódios já estavam meio estranhos, com muita “encheção de linguiça”, e algumas reviravoltas mais trucadas do que Triplo X. Sim, no final caiu um pouco o nível, mas nada que possa apagar uma das melhores séries da TV. Como um todo foi muito divertido ver tal seriado.

Já assisti e assisto alguns  seriados (Acompanho ou acompanhei: Roma, The O.C., The Unit, Família Soprano, House, Heroes, Lost, Tho and a half man, 4400, Dexter, Fringe, 24 horas), mas poucos foram tão marcantes como Prison Break.  Muito bom mesmo! Vale R$1,99!

h1

A paixão por “Três Vezes Amor”

quarta-feira, 15 abril, 2009

tres-vezes-amor-1

Por Luiz Augusto Reis Almeida

Se na segunda-feira eu errei e vi um filme fraco demais, que foi o “Confronto de Guerreiros”, na terça-feira, 14 de abril, acertei em cheio no novo filme: “Três Vezes Amor”. É mais light e sutil, mas é um tanto quanto divertido e surpreendente.

A comédia romântica narra à história de Will Hayes (Ryan Reynolds), um assessor político que, ao ser questionado pela filha, Maya, de apenas 10 anos, é “obrigado” a explicar como ele e sua mãe se uniram e agora estão em processo de separação.

Em compensação, Hayes conta a história de maneira diferente: narra seu envolvimento real com três mulheres distintas para que a filha acerte qual é a sua mãe. Dentre as três mulheres que se relacionaram com Hayes, estão à colega de faculdade Emily, a melhor amiga e confidente April, e a jornalista Summer.

Aos poucos Hayes começa a perceber que uma dessas histórias ainda não era passado e poderia representar o presente e o seu futuro. Sendo assim, Maya ajuda o pai a reconquistar seu verdadeiro amor. Quem gosta do gênero, aconselho que veja! O filme é muito interessante, bem amarrado, muito bem trabalhado e apaixonante. Vale R$1,99!

h1

Quem será o novo milionário do Brasil?

terça-feira, 7 abril, 2009

Texto publicado no blog do Ragga Drops do Estado de Minas.

Por Luiz Augusto Reis Almeida

Hoje é a grande final do Big Brother Brasil 9. Daqui há algumas horas saberemos quem será o novo milionário do Brasil. Fran? Priscila ou Max? Em quem você aposta? Temos três pessoas totalmente diferentes em busca do “caneco”.

priscilaPriscila cresceu muito nas últimas semanas. Ela mostrou seu lado batalhador, guerreiro de vida. Sim, a moça é muito mais que bunda, peito e perna. É inteligente e em momento algum do jogo perdeu as “rédeas” nas suas ações.  Tem a seu favor o fato do brasileiro gostar muito do perfil batalhador e principalmente da pessoa humilde. Vide algumas edições anteriores do BBB.

Já Francine sempre foi meninona, meio sem juízo, desligada, carinhosa e um tanto quanto ciumenta. Engatou um relacionamento com Max que, em alguns momentos, engoliu sua individualidade e foi até prejudicada. franÉ óbvio que o relacionamento é visto com bons olhos pelo público, logo ela também foi beneficiada.  Também tem chances de ganhar o prêmio máximo, mas acredito eu que é a mais “fraca” entre os demais.

Já Max foi o tempo todo racional e maduro. Entrou dizendo que era um jogador, e sairá falando o mesmo. Fez estratégias, pensou muito antes de agir, planejou ações e foi tão maduro que corre o risco de cair do “pé”, afinal de contas se ganhar, talvez não tenha nem mostrado quem realmente é. Outro ponto a ser analisado de Max é seu estilo marrento e autoconfiante. Isso sim pode ser interpretado como soberba e pode prejudicá-lo na final.

Ao contrário disso, continuo torcendo por ele por um simples motivo. O Big Brother Brasil é um jogo, e o que Max fez foi jogar. Diferentemente de muitos, deixou claro desde o início qual era seu propósito e “evitou” o hipócrita discurso de que não estava no BBB para jogar.

maximilianoMantendo a minha coerência, acredito na vitória do Max, portanto essa é a minha aposta.

Resta sabe se irei acertar, mas de qualquer maneira, está aí a minha aposta quase a mais de 12 horas da grande final.

É isso aí…

Abraço virtual,

Luiz Augusto Reis Almeida