Posts Tagged ‘Chile’

h1

Zero, zero bolota zero

quinta-feira, 11 setembro, 2008

Ah, não… Brasil, você está de sacanagem? Toda vez que se espera muito da seleção de Dunga dá isso… Péssimo jogo, atuação bizonha… Assisti o jogo na casa de um amigo com mais dois companheiros de “guerra”. Fizemos até o bom e velho bolão. Eu, para variar, estava otimista e logo disse: 4X0. Anh??? A “galera” assustou… Para quê tanto? Já perdeu… Eu, imaginando que o time jogaria como a partida contra o Chile, apostei forte. Os demais foram humildes e apostaram em uma vitória magra da seleção. Não deu! Todos nós perdemos, ou melhor, deixamos de ganhar. Mas também, apostar no time de Dunga/Ricardo Teixeira dá nisso.

Se analisarmos jogador por jogador, veremos que o melhor foi o Júlio César, que nem participou do jogo. O que falta no Brasil é justamente alguém que assuma a responsabilidade. Um VERDADEIRO craque. Exemplo? Temos muitos. Riquelme, quando joga pelo Boca Juniors, Zico, pelo Flamengo, Raí, na era Telê no São Paulo, Alex, pelo Cruzeiro de 2003, Ronaldo… Temos muitos jogadores especiais que não se escondem na hora “H”. Muitos jogadores que têm uma personalidade acima da média.

É o que se esperava de Ronaldinho Gaúcho, mas não dá para esperar mais… Gente, o cara está uma “pelota” e se esconde o jogo todo. Tem que correr muito para melhorar a forma física e, mesmo assim, não será o VERDADEIRO craque. Não é craque! Essa é a verdade… Para ele jogar o time tem que ter pelo menos mais três estrelas com brilho intenso. Exemplo: Rivaldo e Ronaldo na “família Felipão” de 2002. Se não for assim, meu amigo, Ronaldinho não joga. É pipoqueiro mesmo!

Daqui para frente não apostarei tanto assim, apesar de não conseguir deixar de ser otimista. (obs.: Viu?! Brasileiro não desiste nunca!)

Anúncios
h1

O Brasil jogou como Brasil

segunda-feira, 8 setembro, 2008

Somos acostumados a “cornetar” a seleção brasileira. Todo brasileiro que se preza é um técnico e o verdadeiro técnico da seleção sofre para agradar a maioria. Em compensação, na partida entre o Brasil e o Chile, pelas Eliminatórias, provou o quanto a seleção é qualificada. Os “meninos” de Dunga fizeram uma excelente partida e dominaram todo o jogo.

Mudaram as peças para o time jogar tão bem? Não. A base foi mantida. O que mudou foi o comportamento dos jogadores. O time jogou com vontade, garra, muita raça. Isso sim é Brasil. É essa seleção que queremos ver. Encarou o Chile com muita personalidade e honrou as nossas cores.

Importante ver alguns jogadores no time. Bom ver o ataque com três jogadores. Bela partida de Luis “Fabuloso” Fabiano. Bom jogo também para Diego, Robinho e também Ronaldinho. Nossa, que alívio em ver o Brasil voltar a ser Brasil. Tá vendo, é possível! Basta querer jogar, vestir a camisa como se fosse o manto sagrado. Encarar a partida como se encara uma última chance. Que isso seja constante e que nós, torcedores acima de tudo, voltemos a ter prazer em gritar Brasil!

h1

Mais que merecido: Juan é seleção

sábado, 23 agosto, 2008

Sim, justiça foi feita e até que enfim convocaram o Juan, do Flamengo. Vale lembrar que isso não tem nada a ver com o fato de ser flamenguista, mas sim por questão de merecimento, por tudo que vem jogando há dois anos e o quanto ele cairia bem na seleção. Pena que não deve ter muita chance, até porque a seleção de Dunga gosta de laterais que apenas marcam e não sobem nem um pouco… Tomara que isso mude, apesar de achar muito complicado… Então, vamos de Juan, Sr. Dunga! Coloca o rapaz para jogar de cara… Deixa o seu concorrente, o Kleber, no banco. Ahhhh, nem sei porque Kleber está na seleção, afinal de contas não está jogando nada há tempos. A torcida do Santos que o diga… Sorte, Juan! Você merece…

Veja os demais convocados:

Goleiros – Júlio César (Inter de Milão); Renan (Internacional)

Laterais – Maicon (Inter de Milão); Kleber (Santos); Juan (Flamengo);
Rafinha (Schalke)

Zagueiros – Juan (Roma); Lúcio (Bayern de Munique); Luisão (Benfica); Alex Silva (São Paulo)

Volantes e meias – Gilberto Silva (Panathinaikos); Lucas (Liverpool); Elano (Manchester City); Anderson (Manchester United); Josué (Wolfsburg); Diego (Werder Bremen); Julio Baptista (Roma)

Atacantes – Robinho (Real Madrid); Ronaldinho Gaúcho (Milan); Jô (Manchester City)
Luis Fabiano (Sevilla); Rafael Sobis (Bétis).