Posts Tagged ‘Campeonato Brasileiro’

h1

Rapidinhas Nem 1e99(4)

quinta-feira, 2 julho, 2009
  • Após a conquista do título da Copa do Brasil, existem rumores que o Corinthians estaria perto de contratar Ronaldinho Gaúcho para jogar no Parque São Jorge em 2010. Para o futebol brasileiro seria muito bom. Para o Timão idem! O mesmo “passarinho verde” garantiu que Sylvinho e Edu já são jogadores do Timão para 2010. Mas será que emplaca ou foi apenas empolgação de quem acabou de ganhar um título nacional? Depois do Fenômeno, eu não duvido de mais nada.
  • Mais uma após o título: os jogadores do Corinthians ainda não deram as caras em São Paulo. Motivo: uma rápida visita ao nosso presidente da república – um minuto de silêncio;
  • E não é que o Danilo Gentili do CQC se deu mal. O rapaz, que atualmente dá o ar da graça no senado, foi agredido pelos seguranças do Sarney. E, para variar, a nossa polícia garantiu que ele não foi agredido, que fez uma cena básica. Ahhh, pára, gente! Fora “Sarnento”! Quero até ver o que vai rolar no próximo CQC.
Anúncios
h1

O melhor do Brasil também joga no brasileiro

segunda-feira, 11 maio, 2009

nilmar_internacionalNesta segunda-feira nada foi mais comentado do que o lindo gol do atacante Nilmar. O jogador, que está entre os meus “convocáveis”, quase nunca tem chances na seleção brasileira. Aproveitando, é disso que irei falar, ou melhor, irei falar de um tal treinador que prefere convocar jogadores que atuam no Alasca a convocar quem joga no Brasil. Isso mesmo, o cara não dá o mínimo prestígio ao futebol brasileiro. Não estou aqui para discutir padrão tático ou técnico. Muito menos para dizer que não concordo com ele na seleção. Isso é passado, o cara já foi efetivado e teremos que aguenta-lo na Copa de 2010.

 É fato que a seleção brasileira oscila entre um ótimo jogo, muitas vezes fora de casa, e uma apresentação de time de “várzea”. O mais curioso são os jogadores que são convocados por ele. Josué, Gilberto Silva, Ronaldinho Gaúcho, Elano e outros mais que não estão indo bem em seus clubes, mas tem cadeira cativa com Dunga. Então o critério é quem já jogou um dia??? Se for, convoca o Romário, gente! Quer mais história do que o Baixinho?!

De fato as convocações do técnico Dunga são irritantes. Concordo que os melhores jogadores brasileiros estão quase sempre fora do país. Sim, é fato! Mas temos que valorizar o futebol de quem joga no país também. É muito triste ver um jogo da seleção e não tem nem um jogador do Flamengo, Cruzeiro, Corinthians e outros mais. Vamos lá, vai me dizer que o Nilmar, independente do gol contra o Corinthians, não tem futebol para jogar na seleção? Quem vive melhor fase: Nilmar ou Robinho? E no meio campo, não está vendo o cruzeirense Ramirez jogar, Sr. Dunga? O que mais ele precisa fazer? E no gol, esqueceu do Bruno ou prefere de fato o Doni? Ahhh, sim, o Doni é do Roma da Itália. Entendo. E o Josué? Joga aonde? Aposto que é um time alemão que mal consigo pronunciar o nome. E o Hernanes? Será que o “menino” terá que jogar fora do país para ir para a seleção. O único lugar do mundo que acontece isso é no Brasil.

O Dunga vai assistir até os jogos dos times gregos, para ver o Gilberto Silva em ação. Agora, pergunta se ele está vendo o futebol brasileiro direito… Eu duvido que ele foi ver pelo menos um jogo do Internacional e outro do Cruzeiro. Só foi no jogo do Corinthians porque um tal Ronaldo é um mito e se não fosse sofreria um atentado por parte da mídia.

Portanto, Sr. Dunga. Fica esperto e ajuda “nóis”, mano! O futebol brasileiro pode até ser nivelado por baixo, mas está melhorando… Grandes jogadores já estão jogando por aqui, alguns estrangeiros também, e assim vai. Que tal valorizar o que é do Brasil? Dizem que o melhor do Brasil é o brasileiro… Nesse caso, aposto que o melhor do Brasil está jogando no Brasil. Acorda, Dunga! Sempre te admirei, mas nessa não tem como… Sua atitude não está valendo nem R$1,99!

h1

Pipoqueiros?

segunda-feira, 1 dezembro, 2008
Torcedor de cabelo em pé!

Torcedor de cabelo em pé!

Se existe uma coisa que me deixa puto, mal humorado e muito irritado é esperar algo de alguém, ou de alguma coisa, e não ter minhas expectativas superadas. Já tive amizades que eu esperava quase um mundo, e na verdade percebi que esta pessoa não vale nada, já vi um esportista maravilhoso pipocar, e outras coisas mais.

Mesmo assim tudo isso é pouco quando eu espero muito de um time de futebol e ele não supera nem seus erros. Estou falando do time que tanto amo, o Flamengo, que fez isso o ano inteiro. Tinha um timaço no papel (para os padrões brasileiros), conseguiu ótimos resultados na Libertadores da América e aí quando você mais espera…. Tragédia! O time perde e dá adeus ao sonho da Libertadores. Já no brasileiro a “coisa” foi mais ou menos do mesmo nível. Quando você espera o título, o time fica sete jogos tento resultados medíocres. De 21 pontos disputados, apenas dois conquistados. Pouco demais para um time que sonhava em ser campeão.

Se não bastasse, perdeu para Atlético-MG com o Maracanã lotado, cheio de expectativas, empatou com Portuguesa dentro e fora de casa (com direito a pênalti errado por Ibson no último minuto, e agora – puta que pariu, time de merda! Ganhando de 3 a 0 do Goiás ainda consegue deixar empatar. O que esses jogadores estão achando? E o Harry Potter Caio Júnior? É um técnico ou um bonecão do posto de óculos? Antes eu tivesse torcido pelo Ipatinga que ninguém esperava nada e ele caiu… Antes isso! Talvez seja melhor que ter mil e uma expectativas por um time que na hora “H” não vale Nem R$1,99!

Abraços de um flamenguista desiludido, mas que nunca deixará de amar seu time,

Luiz Augusto Reis Almeida

h1

Brasileiro que não desiste nunca: Celso Roth

quarta-feira, 26 novembro, 2008

Tentar, tentar, tentar, tentar e Celso "Rothar"

Tentar, tentar e Celso "Rothar"

Já vi excelentes treinadores, como Vanderlei Luxemburgo e Felipão, ótimos treinadores,  bons, regulares, fracos, péssimos e ele, talvez o pior deles: Celso Roth. Cada vez mais percebo o quanto ele é ruim. Roth não sabe montar um esquema tático, não tem uma boa preleção, dificilmente consegue efetivar um jogador da categoria de base que tenha sucesso, e quase sempre ele não cria uma identidade com o torcedor e com o clube. Ele, inclusive, já passou por vários clubes brasileiros, como Palmeiras, Santos, Vasco, Atlético-MG, mas nunca, nunca teve um ótimo trabalho.

Pior, Roth consegue fazer muita raiva na imprensa inventando treinos secretos, sem revelar escalações, e criando um modelo totalmente diferente. Ele é estranho, parece mais um “porcão”, é tosco mesmo.

No brasileirão deste ano, parecia que ele tinha aprendido. Foi até bem, levando o Grêmio a liderança do brasileirão por várias rodadas. No final das contas eu estava enganado. A nação gremista também. No final das contas ele provou não valer Nem R$1,99! E, sinceramente, o clube que contrata o Celso Roth só pode estar de sacanagem, né?!  Roth faz parte do “seleto” grupo de treinadores que até tentam, mas são fracos demais. Eles são brasileiros e não desistem nunca! Conhece algum técnico com perfil semelhante???

Obs.: Vamos a observação que muitos gostam de falar e eu morro de rir… “Nada contra a pessoa do Celso Roth, e sim contra o profissional”. Morra de rir da frase mais hipócrita do mundo!

Abraço Virtual,

Luiz Augusto Reis Almeida

h1

O Câncer chamado Eurico Miranda

quarta-feira, 12 novembro, 2008
Dizem que Eurico já fumou infinitos charutos duas vezes

Dizem que Eurico já fumou infinitos charutos duas vezes

Vamos deixar de lado um pouco os emos e vamos passar para a “cartolada” do futebol brasileiro. Sou flamenguista, amor que não nego a ninguém, e por ter um vascaíno e uma palmeirense como parceiros neste blog, fizemos um pacto de ninguém falar de futebol muito menos dizer o time do outro não vale Nem R$1,99. Mesmo assim pedi ao parceiro Gabriel autorização para “cornetar” um Câncer que existe no futebol brasileiro. Nada contra o Vasco, ok?! Mas este Câncer está alojado no próprio Gigante da Colina. Trata-se de Eurico Miranda, o dirigente mais famoso e polêmico da história do futebol brasileiro.

Apesar de ter um histórico de amor ao time Cruzmaltino, Eurico mostra a cada dia o quanto é perseguidor e arrogante. Após perder as eleições para o grande ídolo do Vasco, Roberto Dinamite, Eurico tenta a todo custo colocar a torcida contra Dinamite e pede a sua volta ao clube.

As atitudes de Eurico como dirigente de futebol demonstram que ele é péssimo para o Vasco. Apesar de muitos vascaínos não darem o “braço a torcer” e ainda o consideram um ótimo dirigente, é claro que o Câncer foi pouco a pouco se alastrando, tomando conta e até hoje é motivo de conflitos no Vasco. Haja vista quantos processos Eurico têm contra ele. Desvio de dinheiro, agressão, irregularidades administrativas, briga contra a Globo… Esses e outros vários “crimes” fazem parte do currículo de Eurico Miranda.

O complicado é que muitos vascaínos ainda apóiam as “Euricadas” (termo criado pelo jornalista Juca Kfouri). Se não bastasse o Câncer no Vasco, ele ainda arriscou na carreira na política. E o pior é que o doidovarridomalucosemnoção Eurico ainda foi eleito no Rio de Janeiro. Se não bastasse o Vasco, Eurico também foi processado como político na Cidade Maravilhosa. E por essas e outras que acredito que Eurico Miranda não vale Nem R$1,99! Êta sujeito maluco, meu Deus!

h1

E se precisar do Galo…

domingo, 19 outubro, 2008

Se existe um time que me fez raiva no Campeonato Brasileiro deste ano este time é o Atlético-MG. Primeiro, no jogo de ida, o Flamengo só conseguiu o empate, afinal de contas o time Rubro-Negro não soube matar o jogo e ficou no empate por um gol. Entenda: Obina errou um gol que até uma pessoa de 108 anos faria. No jogo de volta, com o Flamengo super-embalado, cheio de esperanças em relação ao título, com o Maracanã com 81 mil presentes, o time do Galo fez uma partida espetacular, enquanto o Flamengo jogou como se fosse um time de cones. Se não bastasse, quando torcemos para o Galo vencer o Cruzeiro, o Palmeiras ou qualquer outro que esteja disputando algo no campeonato, o time alvinegro não ganha, não empata… Que coisa, heim?! Se o Flamengo depender de qualquer “ajudinha” do Atlético-MG ele está “lascado”. Convenhamos, é bom que o Flamengo faça a sua parte e garanta pelo menos uma vaguinha na Libertadores. E tem mais, quando se espera do Flamengo uma vitória e a arrancada rumo ao título… Deixa para lá!

h1

“Se” não joga e o Flamengo se…

domingo, 14 setembro, 2008

Simples, “se” o Caio Júnior tivesse escalado o time certo, deixando o “fora de ritmo” Josiel no banco de reservas. Se o Vandinho tivesse entrado jogando. Se o Sambueza fosse o homem de ligação entre o meio-campo e o ataque desde o início da partida. Se o Caio Júnior não tivesse tanto medo de vencer. Se o técnico Rubro-Negro tivesse mexido no time rapidamente. Se o Flamengo tivesse jogado mais pelas alas no campo de ataque. Se o Flamengo não tivesse tomado um gol na primeira etapa. Se o Ibson voltasse a ser Ibson e deixasse de ser mais um “pipoqueiro” do futebol. Se o juiz marcasse as faltas que aconteceram. Se o Caio Júnior fosse o Vanderlei Luxemburgo…

Se o Dagoberto, Hernanes e Zé Luis não estivessem tão inspirados. Se, se, se… Se vovó tivesse barba seria vovô! Como “se” não joga, vitória justa do São Paulo que jogou com muita vontade e conseguiu seu objetivo.