Posts Tagged ‘BRasileiro’

h1

Dor de cotovelo dos brasileiros

quarta-feira, 27 maio, 2009
C. Ronaldo X L. Messi

C. Ronaldo X L. Messi

A hora é de bater palmas. Muitas palmas para os dois melhores times atualidade: Barcelona e Manchester United. Dois timaços que se encontram nesta quarta-feira para decidir a Liga dos Campeões. Indiscutivelmente os dois times valem vais que R$1,99.

Também é indiscutível imaginar que alguns brasileiros ainda não dão o braço a torcer em relação aos jogadores de outros países. Para eles só o jogador brasileiro que presta e, quando aparece algum gênio de outro país, o torcedor “cego” desvaloriza. Outro dia tiveram a coragem de dizer que o Zidane era um jogador normal. Que isso, é gênio. Isso sem contar os torcedores que ainda insistem em dizer que a Copa de 1998 foi armação. Armação?! Que nada. Temos que assumir que não somos imbatíveis.  

Já ouvi até que o Riquelme, para mim um dos melhores jogadores argentinos que vi atuar, era um brasileiro na terra do tango. Ora bolas, o cara é craque e é argentino. Problema? Só se for com a dor de cotovelo.

Em campo teremos Barça X Manchester, Messi X Cristiano Ronaldo. Dois craques que estão jogando muito e até então não temos nenhum brasileiro que jogando nem metade que ambos os jogadores estão jogando. Jogando, no presente. Ronaldo?! Sim, Fenômeno, craque, gênio. Mas atualmente não joga mais que nenhum dos dois citados.

Sendo assim, quem não bate palma para esse clássico ou está com dor de cotovelo e não consegue mexer, ou não vale nem R$1,99!

Anúncios
h1

Opinião de quem entende

segunda-feira, 27 abril, 2009

leonardoCom apenas 12 anos e já fascinado com futebol (Já? nasci nesse estado), acompanhei a Copa do Mundo de 1994 como um torcedor de primeira qualidade. Torci muito, até quebrei um crucifixo na final, quando Márcio Santos errou o primeiro pênalti do Brasil.

Enfim, no final deu tudo certo. Assim, em 1994 comecei a admirar grande parte daquele plantel que fez muito, conquistando um título até então improvável. Dentro daquele grupo, além da dupla Bebeto e Romário, que todos bateram muita palma, tinha um “camarada” que era um show. Era não, é!

Estou falando de Leonardo, o cara da cotovelada, como muitos dizem por aí. No evento da cotovelada, que quase “matou” um jogador dos Estados Unidos, Leo assumiu a culpa e deu sua explicação na maior honestidade do mundo. Não jogou mais o mundial, mas mesmo assim fechou o evento como um campeão de caráter e personalidade.

Léo aposentou, virou dirigente do Milan, é muito respeitado, principalmente fora do país. É um dos caras mais inteligentes que o futebol já viu. Pelo visto, é louco para assumir algum cargo na seleção ou até mesmo no Flamengo.

Há alguns dias teve a coragem de “meter” a cara na televisão e dizer que os times brasileiros deveriam ser vendidos. Enquanto a mídia ainda tem medo de dizer isso, o cara assumiu sua posição e ponto final.

Fiquei pensando: vender um time de futebol?! Imagina vender o meu Flamengo? É claro que esse é o caminho. Já está mais que comprovado que os times de futebol estão como estão graças ao amadorismo dos “torcedores/dirigentes” de merda do futebol brasileiro.

Bom, mais uma vez Leonardo acertou. Grande sujeito, um profissional dentro e fora das quatro linhas. Tomara que um dia ele vire o presidente da CBF ou do Flamengo.  Vale R$1,99!

h1

Bairrismo de m****

quinta-feira, 19 março, 2009

cruzeiro

Pelo apaixonado por futebol bonito, Luiz Augusto Reis Almeida.

Atenção imprensa nacional: deixe de lado o Ronaldo e o “Curintia” e fique muito atento ao futebol apresentado pelo Cruzeiro. Para os que “não conhecem”, ou fazem questão de não conhecer, fique muito atento porque é disparado o melhor futebol apresentado no país.

Detalhe: quem é o Palmeiras perto do futebol cruzeirense… Vamos dar visibilidade para o time da Toca, heim?!

Vamos valorizar o FUTEBOL BRASILEIRO, deixando de lado o bairrismo. Lembrando sempre que antes mesmo de ser flamenguista, sou amante do bom futebol e, até então – 19 de março de 2009, o Cruzeiro foi o time que mais jogou bonito, ok?!

h1

Brasileiro que não desiste nunca: Celso Roth

quarta-feira, 26 novembro, 2008

Tentar, tentar, tentar, tentar e Celso "Rothar"

Tentar, tentar e Celso "Rothar"

Já vi excelentes treinadores, como Vanderlei Luxemburgo e Felipão, ótimos treinadores,  bons, regulares, fracos, péssimos e ele, talvez o pior deles: Celso Roth. Cada vez mais percebo o quanto ele é ruim. Roth não sabe montar um esquema tático, não tem uma boa preleção, dificilmente consegue efetivar um jogador da categoria de base que tenha sucesso, e quase sempre ele não cria uma identidade com o torcedor e com o clube. Ele, inclusive, já passou por vários clubes brasileiros, como Palmeiras, Santos, Vasco, Atlético-MG, mas nunca, nunca teve um ótimo trabalho.

Pior, Roth consegue fazer muita raiva na imprensa inventando treinos secretos, sem revelar escalações, e criando um modelo totalmente diferente. Ele é estranho, parece mais um “porcão”, é tosco mesmo.

No brasileirão deste ano, parecia que ele tinha aprendido. Foi até bem, levando o Grêmio a liderança do brasileirão por várias rodadas. No final das contas eu estava enganado. A nação gremista também. No final das contas ele provou não valer Nem R$1,99! E, sinceramente, o clube que contrata o Celso Roth só pode estar de sacanagem, né?!  Roth faz parte do “seleto” grupo de treinadores que até tentam, mas são fracos demais. Eles são brasileiros e não desistem nunca! Conhece algum técnico com perfil semelhante???

Obs.: Vamos a observação que muitos gostam de falar e eu morro de rir… “Nada contra a pessoa do Celso Roth, e sim contra o profissional”. Morra de rir da frase mais hipócrita do mundo!

Abraço Virtual,

Luiz Augusto Reis Almeida