Archive for the ‘Séries de TV’ Category

h1

Até que enfim ele…

segunda-feira, 21 setembro, 2009

serieConfira os principais ganhadores da 61ª edição do Emmy Awards, que aconteceu no último domingo (20). A premiação representa algo como o Oscar dos seriados e premiou o ótimo Michael Emerson – e olha que venho dizendo isso há três  anos. Até que não estava tão errado assim…

Veja os vencedores das principais categorias:
Melhor série de drama
“Mad men”

Melhor atriz de drama
Glenn Close, “Damages”

Melhor ator de drama
Bryan Cranston, “Breaking bad”

Melhor atriz coadjuvante de drama
Cherry Jones, “24 horas”

Melhor ator coadjuvante de drama
Michael Emerson, “Lost”

Melhor série de comédia
“30 rock”

Melhor atriz de comédia
Toni Collette, “United States of Tara”

Melhor ator de comédia
Alec Baldwin, “30 rock”

Melhor atriz coadjuvante de comédia
Kristin Chenoweth, “Pushing daisies”

Melhor ator coadjuvante de comédia
Jon Cryer, “Two and a half men”

h1

Reality “choro”

segunda-feira, 8 junho, 2009

a-fazendaNão é novidade para ninguém que sou fã de reality show. Já fui “correspondente” de jornais e sites para falar do assunto. Como o estilo está em moda na tv brasileira, ontem fiquei até mais tarde para acompanhar a estréia do Jogo Duro, e gravei A Fazenda, afinal de contas no horário que o reality show passou na Record estava vendo o Pânico na TV (Ronaldo!). Diria o um serial killer: vamos por partes.

Astro global

Astro global

Sobre o Jogo Duro eu não posso dizer muita coisa. É muito ruim. Um show de “nojera”… Posso até estar enganado, mas acho que não vai emplacar. O bom Paulinho Vilhena, agora barburdo como o Marcelo ex-BBB 8, está muito estranho, com ar de intelectual, querendo dar uma de cruel. Jogo Duro pode até ter boa audiência, mas não deixa de ser péssimo.

Sobre A Fazenda falo que é fraco, mas corre o risco de emplacar. Lotar uma casa de “famosos do segundo escalão” (conhecidos, na verdade) e achar que vai dar audiência é perigoso. Pode até dar, afinal de contas o que não faltam são barracos, nádegas e músculos. E como o povo gosta bastante disso, vai dar audiência. Mas a edição do programa até então está fraca. Boninho terá que fazer uma consultoria urgente para a sequência do programa (ou será que ele está ocupado com o programa global?)

Acredita, amigo leitor, que mais ou menos aos 27 minutos do programa (gravado pela Sky HDTV) eu já sabia quem seria o eliminado? Então, nem precisou da Mãe Dinah muito menos ser Nostradamus. A coisa foi simples: na hora de colocar o crédito da mãe de um dos participantes, apareceu rapidamente: Fransciely eliminada com 50%. Como percebi algo diferente, voltei e vi.

Isso sem contar os áudios que demoraram a ser cortados e entraram em cenas erradas, o irritante barulho do chiclete de um dos participantes, que ficou por segundos no ar, as entrevistas sem pé nem cabeça com os familiares dos participantes. Não por culpa do Britto Jr., que é ótimo, mas pelo fato de colocar uma pessoa que não é acostumada a falar e jogar logo um programa ao vivo? Ficou estranho.

Vamos pegar leve! Como toda estréia A fazenda e Jogo Duro merecem créditos, mas que ajuste logo ou a audiência vai despencar (Tem solução?!)Até então ambos os programas não valem Nem R$1,99!

h1

Perdidos no tempo e no espaço

quarta-feira, 11 março, 2009

lost-quinta-temporada02Sou fã declarado de Lost há um bom tempo. Em compensação, a quinta temporada do seriado está um “porre” mais fenomenal que vodka com cachaça (Arght!). Estou no oitavo episódio da quinta temporada, acompanhando graças aos downloads pós exibição na TV americana e, cada vez mais, chego à conclusão que a história de Lost foi para um caminho muito “viajado”. A ficção tomou conta de tal maneira que não consigo ver um final plausível para os sobreviventes do voo 815.  Realmente parece que os produtores do seriado, Damon Lindelof e Carlton Cuse, que cansei de elogiar, estão perdidos no tempo e no espaço em Lost – assim como está acontecendo nos episódios. Será que deu um clarão neles?

Pior ainda, estava esperando muitas respostas ao decorrer do seriado, mas as perguntas só estão aumentando. Quando conseguem desvendar algum mistério de Lost, aparecem com mais duas, três e até quatro perguntas. Os mistérios estão multiplicando mais que jogar água em Gremlins.

Enquanto muitos seriados precisam conectar os fatos com apenas uma “corda”, Lost precisará de quase uma teia de aranha para conseguir conectar todo o enredo da série. Por essas e outras, a quinta temporada de Lost ganhou o prêmio máximo (ou seria mínimo?) deste blog: não vale Nem R$1,99!

h1

Prison Break vale muito mais que R$1,99

terça-feira, 3 fevereiro, 2009

prison_break_ver4_posterOntem começou a ser exibido na rede Globo o seriado Prison Break. Confesso que tenho pânico do horário que as séries são exibidas na emissora, mas fico feliz ao ver um seriado tão excepcional como Prison Break já está disponível nas telinhas da TV.

Para quem não sabe, esse seriado vale muito mais que R$1,99! Prison Break narra a situação desesperadora vivida pelo engenheiro Michael Scofield, que tenta a todo custo tirar seu irmão, Lincoln Burrows, do corredor da morte.

Prison Break narra a situação desesperadora vivida pelo engenheiro Michael Scofield, que tenta a todo custo tirar seu irmão, Lincoln Burrows, do corredor da morte.

Acreditando que Burrows é inocente e querendo salvá-lo, o brilhante engenheiro não tem muitas opções a não ser criar um plano para tirá-lo da penitenciária estadual de Fox River. Dentre os primeiros passos do plano, o engenheiro tatua em seu corpo toda a planta do presídio, lembrando que o próprio Scofield trabalhou na restauração da prisão e conhece detalhadamente o local. Após isso, Scofield assalta um banco para ser preso no mesmo presídio que está seu irmão.

Em meio a corredores e passagens que compõem a complexa tatuagem, outras figuras são marcadas na pele de Scofiled para que ninguém consiga decifrar a imagem e também conteúdo que compõe o plano de fuga.

O plano de fuga, que inicialmente era apenas para os irmãos, é obrigado a ser compartilhado com alguns presidiários e algumas alianças são formadas. O primeiro a participar da estratégia é o companheiro de cela de Scofield, Fernando Sucre. Em compensação, algumas alianças não são tão seguras, pois alguns personagens perigosos do meio do crime entram aos poucos no “time de fuga”, dentre eles o ex-chefão da máfia, John Abruzzi, e o estuprador Theodore Bagwell.

Ainda dentro de Fox River, Scofield cria uma relação de fidelidade com a filha do governador do Estado e médica da prisão, a Dra.Sarah Tancredi. Já fora do presídio, o engenheiro tem a seu favor apenas a sua advogada e amiga de infância, Verônica Donovan, que já teve um caso amoroso com Burrows.

Quem gosta de uma boa dose de ação Prison Break é perfeito. Baixe o primeiro episódio da série aqui e confirme: Prison Break vale mais que R$1,99!

h1

“Até Tu, Brutus” (sobre o seriado Roma)

quarta-feira, 14 janeiro, 2009

Por romaLuiz Augusto Reis Almeida
Então vou logo inaugurar o que Vale mais que R$1,99. Nas últimas semanas comecei a assistir (e terminei) o seriado Roma e desde já indico para os amigos… e também para os inimigos, apesar de não tê-los. O seriado é baseado nos acontecimentos históricos de Roma, situando o telespectador para a realidade da época, mostrando o comportamento agressivo da população, as crenças, a política, a vida sexual, a cultura, a submissão feminina, as batalhas, dentre outros. (A “moçada” da época gostava mesmo das batalhas e da putaria – rs)

Roma apresenta a realidade do bravo Júlio Cesar assumindo o poder após a batalha de Alésia, e sendo assassinado no senado após o golpe de misericórdia de Marco Júnio Brutus (que gerou a expressão de William Shakespeare: Até Tu, Brutus, meu filho”).

Lucio Voreno e Tito Pullo juntos

Lucius Voreno e Titus Pullo juntos

Após o assassinato de Júlio César, vários foram os “candidatos” a sucessor do seu trono. Marco Antônio, Brutus, Otávio… E aí, meu amigo, a “cachorrada” aumenta ainda mais. E a população lá, firme e forte, igual “prego no angu”, sem saber o que exatamente está acontecendo… Igualzinho atualmente!

Como não poderia ficar de fora, existem dois personagens, Titus Pullo e Lucius Voreno, que não correspondem à realidade histórica, mas que caíram muito bem ao contexto e deram um show! Brilhante atuação, por sinal…

Quem nunca viu, indico! É uma aula de história… Ahhh, uma última informação: Roma foi o seriado mais caro já existente. Vale, sem sombra de dúvida, muito mais que R$1,99!

h1

Pôster da quinta temporada de Lost

quarta-feira, 19 novembro, 2008

season5

h1

Confira o trailer da 5ª temporada de Lost

sábado, 25 outubro, 2008

Está ansioso para o início da 5ª temporada de Lost? Então aproveite o trailer que caiu na internet.

Sinceramente, adoro Lost, mas não vejo a hora de terminar a série e os mistérios serem desvendados. Namastê!