h1

Coisas que não entendo (2° Post)

quarta-feira, 6 maio, 2009

bb_logoPara os que não conhecem, lancei uma série no meu blog que se chama “Coisas que não entendo”, e esse caso será o segundo texto da série. Na verdade até entendo, mas é complicado demais para entender. Então vamos ao “causo”.

Há alguns meses solicitei ao Banco do Brasil um cartão, pois o meu havia quebrado. Ótimo. Coisa simples de ser resolvida. Após muitos dias – mais de dois meses e algumas reclamações no site do BB, o cartão chegou. Para minha surpresa vieram dois: um com bandeira Visa e outro com bandeira Mastercard.

Como já tenho um outro cartão com bandeira Visa de outro banco, me limitei a desbloquear apenas o Master. Ótimo! O cartão estava funcionando como ninguém (só não funcionava mais pela falta de $$$). Um belo dia fui usá-lo em um restaurante em Três Corações e a “coisa” não funcionou (Depois que dá pau vira “coisa”). Como sou bem precavido, passei pelo constrangimento de aparentar que estou estourando do BB, mas contornei utilizando outro cartão.

Sai do restaurante e fui direto ao banco saber o que aconteceu. Sim, sem passar em casa. Comecei pelo caixa eletrônico e antes mesmo de fazer qualquer transação havia uma mensagem na tela que dizia que meu cartão estava bloqueado. Com toda paciência do mundo, subi as escadas do banco e fui verificar se havia muitas pessoas na minha frente para ser atendido. Pouca! Apenas três… Corri, peguei minha senha, sentei e fiquei aguardando.

Com muita rapidez uma pessoa foi chamada. Só faltava um. Nesse momento senta duas pessoas ao meu lado. Dois idosos. Eles têm preferência, claro! Depois, chega outro idoso. Gente, já são três idosos na minha frente. Ótimo, respeito aos idosos, mas se chegasse outro… Voltando ao atendimento, fui chamado após quase uns 50 minutos. Eram três na minha frente, somado a mais três idosos…

Já sendo atendido, expliquei tudo para o atendente e ele, com um sorriso amarelo no rosto, disse que meu cartão havia sido bloqueado para que eu fosse ao banco para desbloquear também o cartão Visa.

Anh?! Como assim? Disse a ele.

De fato fiquei sem entender e com muita raiva. Pedi a liberação do cartão que já estava utilizando e cancelei o cartão Visa. Na verdade o cancelamento eu tive que ligar para um 0800 (espera, espera, espera).

Nessa “brincadeira”, além do constrangimento, perdi um bom tempo explicando e esperando. Passado o “susto”, até entendo a situação, mas não concordo jamais. De fato esse tipo de postura não vale Nem R$1,99!

Anúncios

2 comentários

  1. Prezado Duth, faço aqui minha estréia no seu Blog e com um tema bastante polêmico e acertado.

    Sua indignação é bastante procedente, o desrespeito com os clientes nas agências bancárias deveria ser um caso de polícia. Caixas eletrônicos que não funcionam e quando funcionam, falta dinheiro! Fila enormes, mesmo nos caixas eletrônicos, sem falar das famosas senhas, que nada mais são do que uma forma de “educadamente” substituir as filas…

    Pergunto-me: o que eles fazem com os lucros astronômicos que conseguem às custas do nosso dinheiro???…

    Nosso legisladores, que vivem escondendo dinheiro na cueca, distribuindo passagens aéreas para aparentados e construindo castelos deveriam trabalhar um pouco e resolver esta bagunça!

    Saudaçoes belorizontinas!


  2. Falou e disse… É uma puta falta de respeito tremenda com o cliente! Abração



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: