h1

Últimos concursos do ano

domingo, 21 dezembro, 2008

Acontecem neste domingo (21) as provas dos dois últimos grandes concursos públicos do ano: Ministério do Trabalho, com 1.822 vagas, e Petrobras, com 208 vagas.

Confira lista de concursos e oportunidades

GABARITO OFICIAL DOS CONCURSOS AQUI.

G1 ouviu professores de cursinhos preparatórios sobre os itens que merecem mais atenção no dia do concurso.

Para o Ministério do Trabalho, são 1.822 em todos os níveis de escolaridade na área administrativa. Estão inscritas 329.454 pessoas, uma concorrência média de 180,82 candidatos por vaga.

Na Petrobras, 26.151 pessoas disputam 208 vagas na área técnica; média de 125,72 candidatos por vaga.

As duas provas serão aplicadas pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB).

Específicas

De acordo com professores de cursinhos, é preciso antenção com as matérias específicas: no caso da Petrobras, as questões técnicas, e do Ministério do Trabalho, a área de legislação.

“Os concursos têm as matérias específicas e as básicas. As notas classificatórias são as específicas”, explica o professor Carlos Alberto de Lucca, coordenador geral da Siga Concursos.

Outra orientação é ter conhecimento sobre o edital do concurso para estar bem informado sobre as regras da prova, e também sobre o que é necessário levar para o local.
Veja o edital do Ministério do Trabalho
Veja o edital da Petrobras

Ministério do Trabalho

Na prova do MTE, o principal cuidado, segundo os professores, deve ser na marcação das respostas. Como cada questão errada anula uma certa, a dica é responder somente o que tem certeza e não “chutar”.

“Cada item errado anula um certo. É dividido por itens. No [concurso] da Petrobras, você pode chutar o que não souber. Nesse, não. Nesse, cada errado anula um certo, ele tem de evitar chutar. Pode deixar em branco se não souber”, propõe Lucca, da Siga Concursos.

Vivaldo Pereira, da Central de Concursos, destaca também que, dentro da mesma questão, pode haver perguntas sobre estrutura do Ministério, competência, legislação ou relacionamento entre as secretariais. Ele alerta que a organizadora tenta “confundir” o candidato na questão com “palavrinhas”.

“O Cespe tenta confundir não no enunciado, mas em palavrinhas, como ‘exclusivamente, exceto, vedado’. Vinte e cinco por cento dos erros está em não ler corretamente”, completa.

Petrobras

Já na prova da Petrobras, a principal dica é focas nas perguntas de área técnica, que têm maior peso.

“As notas classificatórias são as específicas; as básicas servem apenas para eliminar ou desempatar em caso de desempenhos iguais de candidatos. Vale dar uma atenção um pouco maior às matérias específicas”, alerta Carlos Alberto de Lucca, da Siga Concursos.
Leia mais notícias de Concursos e Emprego

Fonte: Globo.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: