Archive for novembro \30\UTC 2008

h1

Uma dúvida

domingo, 30 novembro, 2008

É o seguinte, eu não vou escrever texto nenhum. Vou apenas fazer uma pergunta OK? Preparados?

Então leiam os links abaixo:

OFF: Que bom… Com tanta coisa acontecendo no mundo dos famosos, quem precisa lembrar de SC?

Anúncios
h1

Tem gente que não vale nem o que excreta

sábado, 29 novembro, 2008

concordia-sc-enchente-22-07-2007-14a

Desastre e chuva em Santa Catarina. Gente desabrigada, desalojada, adoecendo e morrendo. Quando todos esperam que o espírito solidário tome conta da situação e as pessoas possam ajudar umas às outras, surge um negócio desse:

“Para piorar, o litro de leite em algumas regiões está sendo comercializado a R$10. A unidade do pão francês, R$4”.

Como definir uma coisa assim? Ganância é pouco. Oportunismo é para os fracos. Esse é o ultimo grau que um cara pode ser filho de uma puta! Com todas as letras F-I-L-H-O-D-E-U-M-A-P-U-T-A! É gente que não vale nem R$ 0,01, quanto mais R$ 1,99!

Se eu fosse morador e estivesse passando aperto lá por aqueles lados, eu ia saquear e sacanear direitinho o cara que fizesse isso. Não o nem aí pra quem criticar.

Quem quiser ajudar a galera de lá, pode doar pelos bancos abaixo:

– Banco do Brasil
Agência: 3582-3
Conta corrente: 80.000-7

– Besc
Agência: 068-0
Conta Corrente: 80.000-0

– Caixa Econômica Federal
Agência: 1877
operação 006
conta 80.000-8

– Bradesco
Agência: 0348-4
Conta Corrente: 160.000-1

– Itaú S/A
Agência 0289
Conta Corrente 69971-2

Tomem cuidado, porque tem outra raça de FDP que está aproveitando a situação e mandando e-mails com outros números de conta que não tem nada haver. São só pra roubar as pessoas de boa fé. Esses dados aí de cima eu peguei na globo.com.

Quem se aproveita da tragédia alheia pra ganhar dinheiro não vale nem R$ 1,99. Desejo mesmo que essas pessoas tenham uma morte dolorosa e lenta. Muito lenta.

h1

Por um lado…

sexta-feira, 28 novembro, 2008

Hipersensibilidade dos dentes, ou melhor, de um dente. Gente, é hiper mesmo… De onde saiu isso? Meu Deus, estou até com medo… Não, não sou dentista. Apenas acho que estou com isso… Não posso tomar gelado que dói mais que um soco no meio da boca. Quente também não é aconselhável. Que coisa é essa? Justo comigo, que escovo os dentes religiosamente e até passo a chatice do fio dental. Que coisa chata…

Quando estou comendo pareço até o Popeye com seu cachimbo na “berola” da boca. Só de um lado… Aff! A sorte é que eu não tenho pressa para comer e não encho tanto a boca, se não ficaria parecendo que estou com uma bola de sinuca em um dos cantos da boca. Um lado da minha boca está complicado demais. Agora entendo quando dizem: veja pelo outro lado.

Só de pensar que tenho que ir ao dentista sinto dor no dente, na boca, no bolso, até no ouvido… É só lembrar do barulhinho que não vale Nem R$1,99. Aproveitando, essa dorzinha de dente não vale Nem R$1,99, mas se tiver que consertar algo no dentista… Ai, ai… Tô f***

Abraço lateral,

Luiz Augusto Reis Almeida

h1

Sobre flatulência

quinta-feira, 27 novembro, 2008

Thaís Pacheco, a cheirosa

Então, eu acordo, tomo um bom banho, uso o xampú mais cheiroso, passo o hidratante mais agradável, um bom desodorante e perfume francês.

Tudo para andar cheirosa.

Aí, eu entro no elevador que, obviamente, não tem janela e apenas um sistema básico de ventilação (que está lá mais para mera sobrevivência) e a porta se fecha.

Fico eu, trancada naquela caixa em que alguém liberou fltulências instantes antes de eu entrar! Além de quase vomitar, fico cheirando aquela “merda”.

Na boa, vizinho que peida no elevador não vale nem R$ 1,99.

h1

Brasileiro que não desiste nunca: Celso Roth

quarta-feira, 26 novembro, 2008

Tentar, tentar, tentar, tentar e Celso "Rothar"

Tentar, tentar e Celso "Rothar"

Já vi excelentes treinadores, como Vanderlei Luxemburgo e Felipão, ótimos treinadores,  bons, regulares, fracos, péssimos e ele, talvez o pior deles: Celso Roth. Cada vez mais percebo o quanto ele é ruim. Roth não sabe montar um esquema tático, não tem uma boa preleção, dificilmente consegue efetivar um jogador da categoria de base que tenha sucesso, e quase sempre ele não cria uma identidade com o torcedor e com o clube. Ele, inclusive, já passou por vários clubes brasileiros, como Palmeiras, Santos, Vasco, Atlético-MG, mas nunca, nunca teve um ótimo trabalho.

Pior, Roth consegue fazer muita raiva na imprensa inventando treinos secretos, sem revelar escalações, e criando um modelo totalmente diferente. Ele é estranho, parece mais um “porcão”, é tosco mesmo.

No brasileirão deste ano, parecia que ele tinha aprendido. Foi até bem, levando o Grêmio a liderança do brasileirão por várias rodadas. No final das contas eu estava enganado. A nação gremista também. No final das contas ele provou não valer Nem R$1,99! E, sinceramente, o clube que contrata o Celso Roth só pode estar de sacanagem, né?!  Roth faz parte do “seleto” grupo de treinadores que até tentam, mas são fracos demais. Eles são brasileiros e não desistem nunca! Conhece algum técnico com perfil semelhante???

Obs.: Vamos a observação que muitos gostam de falar e eu morro de rir… “Nada contra a pessoa do Celso Roth, e sim contra o profissional”. Morra de rir da frase mais hipócrita do mundo!

Abraço Virtual,

Luiz Augusto Reis Almeida

h1

Pinga-pinga

terça-feira, 25 novembro, 2008

Viagem frustrada de Thaís Pacheco

Se eu tomo pinga é porque eu não sei o que é melhor pra mim, como já diria o Pato Fu. Agora, se eu pago R$74 num pinga-pinga é porque eu sou uma idiota.

Foi o que fiz no fim de semana passado. Optei pelo superprático ônibus da Útil que vai de Belo Horizonte à Angra dos Reis. Achei mesmo meio estranho o fato de ele sair de BH às 20:15 e chegar em Angra às 06:00, posto que, de carro, faço esse trajeto em seis horas.

util-01

O detalhe é que, na verdade, mesmo saindo 20:15, ele chegou em Angra às 08:15. FORAM EXATAS 12 HORAS DENTRO DE UM ÔNIBUUUUUSSSSSS

Ele para em TODAS as rodoviárias QUE POSSAM EXISTIR entre Belo Horizonte e Angra dos Reis. E não bastasse parar, nem que você queria, não pode dormir, porque a cada parada o motorista entra na cabine e grita, bravo, umas quatro vezes:

– Barbacena. BARbacena. BARBACENAAAAAA

– Juiz de Fora. Eu disse Juiz de fora!

– Volta redondaaaaaa

Barra Mansa, Barra Mansa, Baaaarra Mansaaaa. B-A-R-R-A M-A-N-S-A.

O Útil de BH à Angra não vale, definitivamente, nem R$ 1,99.

h1

Há cinco anos…

segunda-feira, 24 novembro, 2008


Há exatos cinco anos sofri um acidente na minha motocicleta em Belo Horizonte e nasci novamente. Arrebentei o braço, as mãos, a perna direita, bati a cabeça… Fiquei um bom tempo de molho. Foi em uma tarde de muito sol, na qual havia doado sangue na manhã e estava em casa, esperando para ir para a faculdade de jornalismo para estudar. Já sei, vai me perguntar o que isso tem a ver com o blog Nem 1,99, certo?! Então vamos ao ponto… Sem “lenga-lenga”…

Estava eu andando na minha motoca quando uma pessoa simplesmente bate no pneu traseiro. Pronto: um vôo. Atravessei a pista central e fui parar no passeio da Av. Antônio Carlos, um dos corredores mais movimentados de Beagá. Dizem que foi uma mulher. Realmente eu não sei, pois ela não prestou socorro. Apenas tenho a certeza que essa pessoa não vale Nem R$1,99 e dela está reservado. Sem mágoa, acontece… Não deveria, mas acontece…

É isso aí…

Luiz Augusto Reis Almeida