Archive for outubro \31\+00:00 2008

h1

Tim Web ou Tim Merda?

sexta-feira, 31 outubro, 2008

Cada produto tem seu público alvo. O público alvo da Tim Web é justamente aquelas pessoas que necessitam acessar a internet de qualquer lugar. Seja na sala de casa, na cozinha ou até no banheiro – o Tim Web vai com você e te conecta ao mundo virtual. Melhor, seja na sua cidade, na cidade vizinha ou até em outro estado. Isso tudo por um valor fixo, sem pagar deslocamento algum. Perfeito, não?! Errado.

A tal da Tim Web tem esse objetivo, mas na verdade o que ela faz é muita, muita raiva em você. Eu, por viajar muito e ter o perfil citado acima, necessito muito de um serviço de internet que vá comigo onde eu estiver. Principalmente em outras cidades. Atraído por uma propaganda interessante, o palhaço que aqui escreve, adquiriu a tal da Tim Web, testou na residência, e aprovou. Detalhe, moro no centro da cidade de Três Corações. A partir daí eu não sabia, mas estava caminhando para o meu calvário virtual.

Fiquei muito impressionado quando precisei acessar a internet de outra residência na minha própria cidade. Gente, entenda: dentro da própria cidade. Mais um detalhe: a outra residência fica há 1 km da minha.

A velocidade do “Tim MERDA” é algo muito impressionante. Só para se ter uma idéia, um videozinho simples de dois minutos do youtube demora em média 3 horas para ser completado. Isso sem contar que dá um “pique” de conexão e você perde tudo e não consegue ver o vídeo.

Alguém da Tim me garantiu que isso era só configurar o produto. Tentei ligar para o 0800 da empresa, conversei com 78 pessoas, expliquei a mesma coisa 156 vezes – média de duas vezes por pessoa, e no final disseram que o sistema está fora do ar. Liguei outra vez, conversei com mais umas 78 pessoas (…) e me disseram que não existe configuração para o Tim Web.

“PelamordeDeus”… Quem agüenta?! Tá bom, eu quem fiz merda ao adquirir a Tim “Merda” e estou pagando por isso…

Mas não posso deixar passar em branco: quem tiver dúvida em comprar ou não, não compre, afinal de contas dentro da sua residência você pode colocar um serviço “estático” (sei lá como se chama esse módulo de internet).

Você acha que o Tim Web vale R$1,99??? Mais ou menos? Vamos recapitular: se o grande apelo do produto é a sua mobilidade e liberdade no acesso a internet, e se para isso ele não funciona direito, ele não vale nada! Não vale NEM R$1,99.

Virtual abraço,

Luiz Augusto Reis Almeida

h1

Colbie quem?

quinta-feira, 30 outubro, 2008

Outro dia fui ao show da Colbie Caillat. Falaram da moça como se fosse a última coca-cola do deserto.

Colbie Caillat

Você já deve ter ouvido. Ela canta aquela música que tocam em rádios jovens, assim: “It start in my toes make mecrinkle my nose, wherever it goes,I always know”. Sabe? Nem eu. Mas a cara dela é essa…

Mas péra lá! Colbie é filha do produtor Ken Caillat. Sabe quem é ele? Nem eu. Mas veja bem, ele produziu Fleetwood Mac. Sabe o que é Fleetwood Mac? Nem eu. Me parece que é alguém lançado na época do meu pai, que não vingou…

Mas tudo bem, a versão feminina de Jack Johnson – mais uma californiana que queria ser havaiana – também merecia sua chance e lá fui eu. Se fosse homem, eu aposto que teria adorado o show, pois a grande (e única) atração foram as pernas da garota. Belas pernas, bem torneadas por um par de plataformas faziam a apresentação, porque se dependesse dela, não haveria show. Colbie sequer anda pelo palco, não fala com o público e não dá nem boa noite.

As músicas? Bom, tenho a ligeira impressão de que foram todas iguais…
Mentira! Teve um cover de Bob Marley que foi tosco, mas diferenciou a onda “Upside Down” que aconteceu durante os mais entediantes 90 minutos da minha vida. Antes fosse um jogo entre Ponte Preta e XIV de Piripiri.

Ainda bem que não paguei pra entrar, porque a verdade é que um show de Colbie Caillat não vale nem R$ 1,99.

h1

Dado Dolabella: o (des)astro da vez

quarta-feira, 29 outubro, 2008

Se existe uma “celebridade” (?) que não vale Nem R$1,99 esse “astro” (ou seria “desastro”) é Carlos Eduardo Bouças Dolabella Filho, ou apenas Dado Dolabella. Convenhamos, existe alguém na TV brasileira mais “Filinho de papai” que Dado Dolabella? Gente, esse cara é “bosta rala”. Quando vi o João Gordo quase dando umas pancadas nele, na MTV, confesso, torci… (Veja o vídeo aqui) Torci para alguém separar rápido para ele não apanhar muito… Mas umas pancadas não iriam tão mal. Brincadeira! Diga não a violência, mesmo que a violência seja no “bosta rala” do Dado!

Outra coisa, não sei se o Dado é pior ator ou pior cantor. Na boa, ele é ridículo. Sabe aquela pessoa que tem uma mesma expressão na alegria, na tristeza, quando leva um susto ou outras coisas mais?! Então, essa pessoa é o Dado.

Quando canta eu fico mais bobo do que já sou… Pior que ele cantar aquelas músicas “mela cueca” de lavar banheiro, são as mocinhas frenéticas gritando feito malucas. Gente, como gostar das músicas do Dado? Também não entendo, nem quero entender, é como esse mala-sem-alça consegue arrastar tanta mulher bonita.

Tudo bem, ele pode até ser boa pinta, como as meninas acham por aí, mas convenhamos: quando ele abre a boca, seja para falar ou cantar, dá vontade de chorar. E quando ele começa com suas gírias? Imagina uma conversa entre Dado Dolabella e Felipe Dylon? Credo em cruz… Enfim, portanto, conclui-se: Esse “ser” estranho não vale Nem R$1,99!

Aquele abraço,

Luiz Augusto Reis Almeida

h1

Até breve…

quarta-feira, 29 outubro, 2008

Pessoal,

Chegou à hora de dar um tempo neste blog e começar um novo projeto na internet. Como a maioria deve saber, não vivo de blog e só escrevo nele por gostar muito e por respeitar os bons leitores que me acompanham. A partir de agora meu novo projeto, ou melhor, nosso projeto, pois ganhei a companhia de outros dois ótimos blogueiros, Gabriel (Mundo véio) e Thaís (Grave este nome), será o “Nem R$1,99”.

Novo Blog – Mesmo “esquema”: garantia de posts diários!

O novo blog será bem diferente deste. Iremos “comentar” (cornetar é melhor) sobre tudo que julgamos não valer Nem R$ 1,99. Produto, sistema, serviço, artista, música, propaganda, site, roupa… Enfim, tudo que é “cornetável”.

Gostou da idéia, então conheça “djá”(rs)… Opa, Walter Mercado é algo “cornetável” que não vale nem R$1,99! (Rs)

O trio “boca” dura

O trio “boca dura” é composto pela ótima jornalista Thaís Pacheco, na qual tive boas experiências acadêmicas e principalmente profissionais, o administrador mais jornalista do país, Gabriel Sadoco, parceiro que está ao meu lado diariamente na minha nova empreitada na cidade de Três Corações, e por mim, Luiz Augusto, também jornalista, pós-graduado em Comunicação Empresarial.

Conheça o perfil do Trio “boca dura

Bom, então é isso! Conto com seu acesso diário e seu comentário a respeito de tudo… Pode “cornetar” à vontade. O blog foi criado para isso mesmo! Em breve eu voltarei para o Entenda cada Lance, mas chegou a hora de respirar novos ares, ok?!

h1

Flamengo, é simples… Eu te amo!

terça-feira, 28 outubro, 2008

Muito bom, heim?! Vi no Buzz

h1

Não vale nem R$1,99

terça-feira, 28 outubro, 2008

É muito ser tosco, meu Deus! O “camarada” colocou uma pochete na cabeça como se fosse um capacete para enganar a polícia… É muito ser tosco!Não vale nem R$1,99…

h1

Fica Ronaldo!

segunda-feira, 27 outubro, 2008