h1

Fla empata e pode perder a liderança

quinta-feira, 24 julho, 2008

A palavra é responsabilidade. Não, não precisa soletrar porque não estamos no programa do Luciano Huck. Responsabilidade é algo que meus pais sempre falaram na minha cabeça: “não importa o que faça, tenha responsabilidade”. Recordo de cada palavra deles. Mas o que isso tem a ver com a partida entre Flamengo e Portuguesa, válida pelo campeonato brasileiro de futebol? Pois bem, vamos por etapas.

A partida, que terminou em empate por dois gols, contou com um lance um tanto quanto inusitado. O até então melhor jogador da partida, Diego Tardelli, já tinha o cartão amarelo até tentar colocar a mão na bola, como se fosse um peladeiro lá da Rua Amazonas, local onde morei e passei grande parte da minha infância.

Em um momento tão delicado para o Flamengo, Tardelli, o “peladeiro –infantil-irresponsável” (e outras coisas mais) simplesmente entregou o jogo e também a chance do time da Gávea a se manter na liderança do campeonato brasileiro. Esse é o preço da falta de responsabilidade do jogador do Flamengo. Esse é o preço que a equipe pode pagar se o Grêmio vencer o Figueirense nesta quinta-feira, em Florianópolis.

O jogo foi eletrizante e muito polêmico. Ambas as equipes partiram para frente, apesar do Flamengo ter pressionado o tempo inteiro a equipe da Lusa. A Portuguesa, motivada com a chegada de Valdir Espinosa, jogou razoavelmente bem. Destaque para Diogo. Joga muita bola o rapaz, heim?! Tenho certeza que não vai virar o ano na Portuguesa. Já o Flamengo de Caio Júnior entrou em campo já com três jogadores de ataque: Tardelli, Souza e Éder. Aí começaram os lances polêmicos que decidiram a partida e os erros seguidos de Evandro Rogério Romam, o árbitro mais “bunda-mole” que já vi na vida:

Primeiro gol do Flamengo: Ronaldo Angelim meteu a mão na bola e, inclusive, assumiu em entrevista. Em compensação, foi puxado, agarrado, empurrado… Enfim, o pênalti era o mais correto.

Primeiro gol da Portuguesa: Paradinha de Diogo, Bruno cai e defende. O bandeira manda voltar. Sim, se formos olhar a regra o auxiliar acertou em cheio. Mas, convenhamos, o cara dá uma paradinha e o goleiro não pode cair? Pelo amor de Deus, sugiro: quando tiver pênalti, considere como gol. Essa paradinha é uma “puta” sacanagem com os goleiros.

Segundo gol do Flamengo: Tardelli toca na bola com a mão e Ibson aumenta o placar. Ilegal e deveria ser anulado.

Expulsão do Tardelli: Justa. O irresponsável deixou o Fla na mão. Sempre digo que contar com Diego Tardelli é complicado demais.

Pênalti para o Flamengo: Indiscutível. Sérgio adianta e defende. O auxiliar manda voltar. Ibson bate novamente, Sérgio adianta e defende. Se é para usar a regra, então use direito. Deveria ter mandado voltar.

No final, resultado ruim para o Flamengo, ainda mais pelo que o time produziu na partida. Em compensação, uma bela partida. Valeu à pena! Agora é secar o Grêmio de todas as formas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: